Portal da Transparência OAB SP

A diretoria da Ordem dos Advogados do Brasil, Seção de São Paulo, neste dia 28 de janeiro de 2019, tem a imensa satisfação de lançar publicamente e colocar em funcionamento o Portal da Transparência da entidade, cuja finalidade primordial é tornar públicas todas as suas contas e demonstrações contábeis e financeiras, o que permitirá o acompanhamento mais detalhado tanto da arrecadação, quanto dos gastos e repasses estatutários, assim como do gerenciamento e utilização dos recursos financeiros.

Gostaríamos também de ressaltar que, na data de hoje, estamos dando apenas um primeiro passo em direção à ampla inserção de todas as informações financeiras da OAB SP em seu Portal da Transparência. Portanto, ao longo de toda a gestão, novos dados serão acrescidos e organizados dentro do portal, assim como diferentes possibilidades de pesquisa serão viabilizadas, tudo isso com o objetivo de aprimorar e ampliar ainda mais as informações disponibilizadas e a prestação de contas da entidade à advocacia paulista.

A despeito da OAB SP não receber recursos públicos ou valores de quaisquer órgãos estatais, a diretoria da entidade, eleita para o triênio 2019-2021, entende que, por sua importância institucional e suas características estruturais, sempre servindo como referência na busca dos melhores e mais elevados padrões de convívio social, a OAB SP pode e deve dar o bom e voluntário exemplo das melhores práticas de gestão, bem como das mais democráticas formas de acesso à informação, conforme exige o contemporâneo contexto de responsabilidade social integral.

Não há democracia sem a participação popular, sem direito à informação e à liberdade de manifestação. De modo que, também não existem entidades verdadeiramente democráticas sem a participação efetiva de seus integrantes, o que só é possível se e quando fomentada por ampla informação e possibilidade de expressão de opiniões e pensamentos.

A OAB SP dará o bom exemplo e colaborará para a elevação dos padrões gerais de gestão, especialmente no âmbito público, mas não só. Portanto, doravante nossa entidade atuará voluntariamente também inspirada pelos princípios da moralidade, da legalidade, da impessoalidade e acima de tudo, da eficiência. E, ao adotarmos tais práticas em nossa própria casa, teremos ainda mais credibilidade e legitimidade para reivindicarmos idênticos padrões de todos os gestores, de todas as entidades, e, especialmente de todos os órgãos públicos.

 

FONTE OFICIAL: http://www.oabsp.org.br/transparencia